English language

Idioma: portugues

Idiomas:


Prêmios

Devido ao adiamento do XVI Simpósio Internacional sobre Esquistossomose, a Comissão Organizadora deste simpósio, com a anuência dos pesquisadores do Programa de Pesquisa Translacional em Esquistossomose da FIOCRUZ - Fio-Schisto, resolveu realizar a premiação de melhor tese e dissertação em esquistossomose em um evento virtual a ser realizado no mês de Abril de 2021, evitando assim que um grande número de teses e dissertações concorra ao prêmio durante o próximo simpósio presencial.

Vídeos de dissertações e teses dos candidatos aos prêmios

Dissertações

Autor: Ana Carolina Araujo Mengarda

Título: Potencial terapêutico da piplartina isolada de Piper tuberculatum (Piperaceae) na esquistossomose experimental murina

Autor: Bruna Souza Santos Oliveira

Título: Participação de células endoteliais na proteção do verme adulto do Schistosoma mansoni

Autor: Genil Mororó Araújo Camelo Júnior

Título: Diferentes fases da infecção por Schistosoma mansoni afetam a susceptibilidade de macrófagos derivados de medula óssea a Leishmania (Leishmania) amazonensis in vitro

Autor: Jeferson Kelvin Alves De Oliveira Silva

Título: Caracterização das alterações clínicas e imunopatológicas induzidas pela coinfecção de Leishmania amazonensis e Schistosoma mansoni em camundongos BALB/c

Autor: João Gustavo Mendes Rodrigues

Título: Efeito esquistossomicida e imunomodulador de Dysphania ambrosioides (L.) Mosyakin & Clemants na infecção experimental por Schistosoma mansoni Sambon, 1907

Autor: Karine Ferreira Lopes

Título: Desenvolvimento e avaliação de um ensaio imunoenzimático, usando antígeno multiepítopos, para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni

Autor: Kasandra Isabella Helouise Mingoti Poague

Título: Associação entre saneamento básico e a ocorrência de geo-helmintoses e esquistossomose mansoni no Brasil: uma análise do Inquérito Nacional de Prevalência de 2011 a 2015

Autor: Poliane Silva Maciel

Título: Impacto da desnutrição proteico-energética na infecção experimental por Schistosoma mansoni

Teses

Autor: Christiane de Oliveira Goveia

Título: Identificação, análise filogenética e distribuição de moluscos Biomphalaria preston, 1910 (Gastropoda/Planorbidae) no estado do Pará - Brasil

Autor: Ester Alves Mota

Título: Parâmetros epigenéticos e parasitológicos associados à esquistossomose mansônica em camundongos C57BL/6 EBi3-/-

Autor: Fábio Mambelli Silva

Título: Estudo do potencial biotecnológico da proteína SmKI-1 do Schistosoma mansoni: aplicabilidade de seu domínio Kunitz como uma molécula anti-inflamatória e de seu domínio C-terminal como candidato à uma vacina anti-esquistossomótica

Autor: Fernanda Sales Coelho

Título: Avaliação de genes potencialmente envolvidos em fenótipos de suscetibilidade e resistência de Biomphalaria sp. (Gastropoda: Planorbidae) à infecção por Schistosoma mansoni Sambon, 1907 (Trematoda: Digenea)

Autor: Izabella Cristina Andrade Batista

Título: Caracterização de genes regulados pelas vias das MAP quinases e triagem de inibidores para o desenvolvimento de novos fármacos contra o Schistosoma mansoni

Autor: Naiara Cristina Clemente dos Santos Tavares de Paula

Título: Avaliação funcional das proteínas quinase FES e RAF de Schistosoma mansoni na interação parasito-hospedeiro

Autor: Raquel Gardini Sanches Palasio

Título: Padrão de distribuição da diversidade genética molecular e espacial de Biomphalaria spp. e sua relação com a ocorrência da esquistossomose na região do Médio Paranapanema, estado de São Paulo

Autor: Vivian Favero

Título: Aprimoramento do método Helmintex® para diagnóstico da infecção por Schistosoma mansoni baseado na detecção de ovos

Autor: Wilma Patrícia de Oliveira Santos Bernardes

Título: Avaliação da função e do potencial imunoprotetor da proteína Sm16 de Schistosoma mansoni Sambon,1907 (Plathyhelmintes:Trematoda)

O evento tradicionalmente concede três categorias de prêmios, considerando a excelência do trabalho e conforme indicação das Comissões Avaliadoras abaixo discriminadas.

  • Prêmio "Pirajá da Silva" para o melhor trabalho apresentado em cada sessão oral temática
  • Prêmio “Amaury Coutinho" para a melhor dissertação de mestrado em esquistossomose
  • Prêmio "José Pellegrino” para a melhor tese de doutorado em esquistossomose

As dissertações e teses deverão ser enviadas obrigatoriamente em formato PDF, juntamente com um vídeo de 5 minutos em extensão MP4 e com o TERMO DE AUTORIZAÇÃO PARA UTILIZAÇÃO DE IMAGEM E SOM DE VOZ PARA FINS EDUCACIONAIS E DE PESQUISA, datado e assinado pelo candidato e pelo seu orientador, para o email: schistosymposium@fiocruz.br. O vídeo deverá abordar a pesquisa e sua importância para sociedade em linguagem acessível.

BAIXAR O TERMO DE AUTORIZAÇÃO

Os prêmios oferecidos aos ganhadores em cada categoria serão de natureza simbólica. Apenas as dissertações e teses defendidas no Brasil entre 10/06/2018 e 31/12/2020 serão aceitas para concorrer aos prêmios.

As duas comissões julgadoras dos prêmios de melhor dissertação e tese serão formadas por três pesquisadores/professores com expertise em esquistossomose e com atuação em diferentes campos da pesquisa, ensino e referência.

As teses e dissertações serão avaliadas levando em conta os seguintes aspectos:

  • Introdução do tema de maneira esclarecedora,
  • Revisão adequada da literatura,
  • Justificativa do estudo,
  • Redação clara e objetiva da(s) pergunta(s) e hipótese(s),
  • Detalhamento dos materiais e métodos e adequação da metodologia utilizada,
  • Apresentação dos resultados,
  • Análise e discussão dos resultados obtidos,
  • Conclusões, perspectivas e abordagem de possíveis desdobramentos e/ou aplicações da pesquisa,
  • Qualidade técnica e clareza das figuras e tabelas,
  • Redação clara e uso de linguagem adequada,
  • Artigos científicos publicados em revistas indexadas.

Os vídeos surgem como uma estratégia de divulgação e valorização dos trabalhos produzidos em esquistossomose. O vídeo deverá ser gravado pelo próprio autor da dissertação ou tese, sendo curto (máximo 5 minutos) e com uma linguagem acessível para o grande público. Os vídeos de todos os inscritos para os prêmios circularão no site do Simpósio por três meses após a premiação

Algumas orientações para produção do vídeo:

- Gravar com o próprio celular na horizontal;

- Fazer vídeos curtos de até 5 minutos;

O que falar no vídeo:

Dizer a categoria (mestrado ou doutorado), o nome completo do autor do trabalho, o nome do Programa de Pós-graduação, a instituição onde o trabalho foi desenvolvido e o nome dos orientadores (exemplos: Categoria Mestrado - sou o José da Silva, Pós Graduação em Ciências da Saúde da Fiocruz Minas, orientado pelos Drs. João da Silva e Joaquim Nabuco; Categoria Doutorado - sou Joana de Souza, Pós Graduação em Epidemiologia da Universidade Federal do Piauí, orientada pelos Drs. Marlene Pereira e Manuel Ribeiro).

Descrição breve da pesquisa e porque o estudo é importante para a sociedade.

Utilizar linguagem simples e direta;

Abordar somente aspectos do trabalho científico, sem manifestações que possam ser interpretadas como político-partidárias.